Informação sobre emprego, dinheiro e economia em geral, mediante a sua caracterização e conjuntura envolvente.

CFD, Instrumentos Financeiros Derivados

0

CFD, instrumentos financeiros derivados são instrumentos derivados de ações que permitem ao investidor participar nos movimentos de preço do ativo subjacente sem ter total posse do ativo em questão. Os CFD oferecem algumas vantagens importantes sobre a tradicional negociação de ações que os fazem particularmente interessantes a investidores de curto prazo.

CFDCFD são negociados com preços em tempo real, enquanto as ações normalmente exigem a assinatura de um ste valor deve ser tomado em consideração. Simplificando, esta caraterística faz dos CFD um produto de investimento a muito curto prazo, sendo pouco vantajoso a longo prazo visto os custos de financiamento poderem afectar a sua valorização.

Posições de CFD fechadas antes do fim de dia numa bolsa não estão sujeitas a custos de financiamento, fazendo do CFD um instrumento ideal para intra-day trading. Posições curtas de CFDs não têm custos de financiamento. Os CFD (Contracts for Difference) oferecem uma negociação com alavancagem longa/curta em praticamente todos os instrumentos financeiros.

É uma opção de negociação simples e barata para negociar a mudança de preço em várias mercadorias e mercados de acções, com alavancagem, sem comissão e com execução imediata. Várias correctoras  oferecem um vasto leque de CFD, dando-lhe acesso aos mercados de mercadorias como Petróleo, Produtos Agrícolas e Metais Preciosos – e índices de mercados de ações a nível mundial, tais como o FTSE 100, Dow Jones 30, S&P 500 e o Hang Seng.

Não perca a oportunidade de assim aproveitar e beneficiar destas orientações sobre CFD, instrumentos financeiros derivados. Transmita-nos as suas opiniões! Partilhe este artigo, ou deixe um comentário.

Subscreba
Receba periodicamente sugestões no seu email.
Veja Também:

Deixar Resposta

Este website utiliza cookies para melhorar o desempenho e a sua experiência como utilizador. Ok