Emprego Dinheiro - Informação sobre emprego, dinheiro e economia em geral, mediante a sua caracterização e conjuntura envolvente.

Reforma do IRS o que Muda

Novas regras e reformas que deve ter conhecimento no preenchimento do seu IRS.

0

Com a reforma do IRS o quociente familiar, as despesas dedutíveis aumentam, mas deixa de ser possível deduzir os juros do crédito da casa. As anunciadas medidas governamentais de alteração e reforma do IRS, tem em conta a família como ponto de partida para alterações que resulta, em poupanças anunciadas pelo governo e por outro lado numa contínua manutenção e até aumento de impostos.

Leia também: Como declarar as mais-valias no IRS

A reforma do IRS que vai ocorrer;

Reforma do IRS

Mínimo de existência

Relativamente a esta questão o valor é alargado, ou seja até aos 8.500 euros de rendimento não paga IRS.

Vale de educação

Com a reforma do IRS, o governo prevê a existência de vales para jovens até aos 25 anos, pagando materiais e serviços escolares. Esta medida de carácter fiscal possibilita que as entidades patronais paguem vencimentos aos seus colaboradores em forma de vales educação.

Discriminação fiscal do casamento

Medida estrutural de reforma do IRS, colocando fim à tributação conjunta em sede de IRS dos rendimentos do casal, podendo cada um dos elementos optar por entregas em separado, dos seus rendimentos.

Quociente familiar

Possibilidade de quando é feito o apuramento do rendimento colectável, os filhos e avós a cargo possam ser incluídos nos IRS familiar. Quanto a filhos, se os mesmos estiverem viverem com os pais e estiverem desempregados a tenham menos e 25 anos também podem ser incluídos nos IRS dos pais.

Despesas de carácter familiar

Inclusão de despesas com limite de 600 euros por agregado familiar, onde se podem incluir despesas de âmbito geral e familiar como; telecomunicações e água, por exemplo. É necessário as faturas possuírem número de contribuinte.

Empreendedorismo individual

Se está desempregado ou trabalha por conta de outrem, o governo em sede de IRS pode apoiar a criação da sua actividade por conta própria, com uma redução de 50% no IRS no 1º ano e de 25% no 2º.

Declaração simplificada

Quando submete a sua declaração de IRS, a mesma está pré-preenchida necessitando só que o contribuinte a confirme caso esteja tudo correcto.

Leia também: Como reduzir o imposto da sua casa

Venda de imóveis

Se vender um imóvel e utilizar o valor da venda para amortizar empréstimos que detenha para aquisição de habitação própria, pode ficar isento do pagamento de mais-valias.

Indemnizações a inquilinos

Despesas dedutíveis com gastos relativos a imóveis como; obras e despesas jurídicas por exemplo, podendo ser abatidas às mais-valias.

Regime para expatriados

Se optar por colocar a sua empresa no estrangeiro, obtém assim uma compensação na sua tributação até ao limite de 10 mil euros.

Deduções para rendimentos prediais

Se aceitar emprego no interior do país, o governo contempla a mobilidade geográfica, através da exclusão de tributação da compensação, desde que seja a mais de 100 quilómetros de casa.

Incentivo fiscal à poupança

A reforma do IRS, prevê assim incentivar os contribuintes à poupança como por exemplo; quem possuir depósitos a prazo entre cinco a oito anos pagará menos IRS sobre os juros obtidos. Recorde-se que atualmente são aplicadas taxas liberatórias de 28% sobre os rendimentos.

Leia também: Como participar e ganhar na lotaria fiscal

Não perca a oportunidade de assim aproveitar e beneficiar destas orientações sobre a reforma do IRS o que muda. Transmita-nos as suas opiniões! Partilhe este artigo, ou deixe um comentário, sobre a reforma do IRS o que muda.

Deixar Resposta