Informação sobre emprego, dinheiro e economia em geral, mediante a sua caracterização e conjuntura envolvente.

Crédito Pessoal como Negociar

0

Crédito pessoal como negociar, hoje em dia muitas pessoas o utilizam para os mais variados fins e objetivos, como é pessoal muitas vezes é usado também de forma não tão apropriada. O que é importante no crédito pessoal, conseguir a taxa de juro mais baixa, ou conveniente, reduzir dos custos burocráticos com o processo inerente ao crédito e finalmente garantir o mínimo de penalizações, caso queira pagar por antecipação antes do período acordado.

Leia também: Sabe quantos créditos tem?

Quais os aspetos ter em conta no crédito pessoal?

É primordial que obtenha varias propostas em bancos diferentes, para comparar as mais variadas soluções e custos. Possivelmente tem uma relação mais próxima com um banco, como pode deter varias produtos ou aplicações financeiras, pode ser o que está mais bem posicionado, mas pode não ser bem assim. Objetivo principal baixar a taxa de juro que vai pagar, mas o banco necessita de garantias para consumar o empréstimo e em altura de crise económica mais ainda.

Como tal se as suas garantias são digamos que de qualidade os seus juros serão menores, um imóvel como garantia e ou fiadores, irá fazer com que tenha uma taxa significativamente mais reduzida do que o crédito pessoal sem nenhuma garantia. Agora a parte dos custos, um crédito pessoal tem os seus custos, como registos e escrituras, abertura de processo os custos burocráticos, custos de abertura de processo.

Se tiver aplicações financeiras como depósitos a prazo, ações ou fundos de investimento, pode usá-los como garantia. Geralmente, o banco contenta-se com uma penhora de um valor inferior ao crédito pessoal a conceder. E para finalizar é conveniente negociar as penalizações em caso de amortização antecipada do crédito pessoal, resumidamente de tiver ou quiser antecipar a liquidação do empréstimo do seu término. Segundo a lei, o valor máximo deste custo no caso do crédito à habitação é de 0,5% do montante a amortizar, pelo que é primordial que tente ao máximo negociar este custo antes de assinar o contrato de empréstimo de crédito pessoal.

Leia também: Consolidação de créditos

Não perca a oportunidade de assim aproveitar e beneficiar destas orientações sobre crédito pessoal. Transmita-nos as suas opiniões! Partilhe este artigo, ou deixe um comentário, sobre a sua experiência sobre crédito pessoal como negociar.

Veja Também:

Deixar Resposta